EM TOM DE DESÂNIMO, MARCINHO RECLAMA APÓS DERROTA DIANTE DO CSA: “AS COISAS NÃO ANDAM”

A derrota por 3 a 2 diante do CSA abalou o técnico Marcinho Guerreiro. Abatido após o fim do jogo no Castelão, o treinador não conseguiu esconder o desânimo depois da terceira derrota seguida, que mantém o Tricolor na vice-lanterna da Série B.

– A gente fica triste porque foram três gols de vacilo e as coisas não andam. É lamentável a situação que a gente vive. Futebol precisa de concentração. Os caras estavam com um a menos e pegamos gol que não era para pegar. Mudo o time, treinamos e as coisas não andam. Agora é descansar e segunda-feira já tem jogo. Agora tem que trabalhar e esperar o que vai acontecer – disse o treinador.

Marcinho Guerreiro lamenta derrota diante do CSA — Foto: Elias Auê/Sampaio

Marcinho Guerreiro lamenta derrota diante do CSA — Foto: Elias Auê/Sampaio

O Sampaio começou o jogo perdendo e ainda no primeiro tempo conseguiu virar a partida. No segundo tempo, quando o CSA tinha um a menos, por causa da lesão de Leandro Souza, o Tricolor sofreu a virada com dois gols de Neto Berola. Sobre as mudanças que se referiu, o treinador lembrou das novidades no time titular, com Jocinei, Esquerdinha e Jheimy ganhando vaga.

Questionado se a derrota pode ter selado o rebaixamento do Sampaio, Marcinho não escondeu o tom da conversa com os atletas.

– Eu tinha falado isso para os jogadores (que poderia cair com a derrota em casa). Perder um jogo dentro de casa é muito difícil, porque agora tem que partir para ganhar quatro, mas vamos trabalhar.

Com 32 pontos, o Sampaio permanece na 19ª colocação da Série B. O Tricolor volta a campo na próxima segunda-feira, quando encara o Goiás, no Olímpico.

Deixe uma resposta