MESA DA CÂMARA DE VEREADORES DE PINHEIRO ACATA PEDIDO DE CASSAÇÃO DO VEREADOR BETO DE RIBÃO (PSD)

Resultado de imagem para beto de ribão

Vereador está sendo acusado de acúmulo de cargos públicos

A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Pinheiro recebeu e leu em plenário na manhã desta terça-feira (06), o processo de cassação contra o vereador Carlos Alberto Soares Reis (PSD).

O pedido foi assinado pelo ex-vereador Enesio Vitorino Ribeiro, presidente do PDT/Pinheiro. O processo se origina pela ilegalidade que supostamente o vereador Beto de Ribão vem cometendo ao acumular cargos públicos com incompatibilidade de horários.

Beto de Ribão acumula o cargo na área da saúde – antiga Sucam, hoje Fundação Nacional de Saúde – FUNASA, onde é efetivo, juntamente ao de Vereador, fato que é claramente proibido pela constituição de 88, veja:

O QUE DIZ A LEI:

Tendo por objetivo a garantia de uma eficaz prestação dos serviços públicos à sociedade e a busca por melhor qualificação e comprometimento por parte dos agentes públicos, o constituinte estabeleceu, no art. 37, inciso XVI, da Carta Magna, como regra geral, a vedação ao acúmulo de cargos públicos.

Contudo, nas alíneas subsequentes, foram estabelecidas algumas exceções a tal regra geral, de modo que deverá ser admitida a acumulação naqueles casos exaustivamente arrolados na Constituição.

XVI – é vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto, quando houver compatibilidade de horários, observado em qualquer caso o disposto no inciso XI:

a) a de dois cargos de professor;

b) a de um cargo de professor com outro técnico ou científico;

c) a de dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde, com profissões regulamentadas;

Deixe uma resposta