SINISTRO! EM MENOS DE 24 HORAS DOIS CASOS DE IRMÃOS QUE MATARAM IRMÃOS CHAMARAM A ATENÇÃO DO ESTADO

Pelo menos dois casos bizarros chamaram a atenção do povo do Maranhão em menos de 24 horas, irmãos matando irmãos. O primeiro caso aconteceu no municipio de Codó.

Veja o caso:

Um homem matou o próprio irmão com um golpe de facão durante uma briga, na terça-feira (19), na zona rural de Codó, no Maranhão.

Segundo informações da Polícia Civil, o autor do crime, Domingos Mendes de Abreu, teria iniciado uma discussão e ameaçado atirar com uma espingarda na vítima, Cícero Mendes de Abreu, que teria impedido o irmão de beber e ouvir música em volume alto em casa.

O parente Luís Mendes de Silva, que testemunhou o crime, conta que tomou a arma das mãos de Domingos, mas Cícero teria ido atrás do irmão com um facão, que também se armou e entrou na luta. Cícero acabou golpeado no pescoço e morreu na hora.

“Cada um com um facão. O Cícero pegou o facão primeiro pra vir debater mais o outro e ele disse ‘rapaz, o que é isso, eu não quero’, aí o outro pegou outro facão também, aí começaram a dividir. Se eu fosse pegar um, o outro aproveitava. Eu fiquei sem ter o que fazer”, contou a testemunha.

O delegado Alcides Neto informou que Domingos não resistiu à prisão. Ele foi está preso na delegacia da cidade, onde autuado por homicídio e alegou legítima defesa. A situação deverá ser apreciada pela Justiça.

“Certamente, isso será alegado pelo autor, que ele teria agido em legítima defesa. Mas, nessa situação específica, quem vai decidir isso é o juiz. Se for o caso, ele poderá responder ao procedimento em liberdade”, explica.

O segundo caso e mais recente aconteceu no municipio de Santa Helena na baixada ocidental maranhense.

Veja o caso:

Um homem matou o próprio irmão com um tiro na cabeça durante uma forte discussão, nesta quarta-feira (20), por volta das 2h30min na zona rural de Santa Helena, no Maranhão.

Segundo informações da Polícia Militar, o autor do crime, o elemento conhecido apenas por “Beto”, teria iniciado uma discussão e ameaçado o próprio irmão a vítima, Antonio José dos Santos, 33 anos, ambos residentes no povoado São Roque naquele municipio.

Assim como em Codó, o assassino também era irmão da vitima, no crime de Santa Helena, obviamente que houve também em Codó, neste há claramente um requinte de crueldade mais satanico, uma vez que além de desferir um tiro na cabeça do irmão, o irmão assassino ainda deu-lhe várias pauladas não satisfeito com apenas o tiro.

Antonio ainda teria sido socorrido por populares, mas, já era tarde demais, não resistiu aos ferimentos, veio a óbito.

Deixe uma resposta