SAIBA QUANTO O SEU CANDIDATO A PREFEITO E VEREADOR PODERÁ GASTAR NA ELEIÇÃO DE OUTUBRO EM PINHEIRO

A partir de agora, com as alterações promovidas pela Reforma Eleitoral 2015 (Lei nº 13.165), o teto máximo das despesas dos candidatos será definido com base nos maiores gastos declarados na circunscrição eleitoral anterior, no caso as eleições de 2012. De acordo com a norma, no primeiro turno do pleito para prefeito o limite será de 70% do maior gasto declarado para o cargo em 2012. No entanto, se a última eleição tiver sido decidida em dois turnos, o limite de gasto será 50% do maior gasto declarado para o cargo no pleito anterior.

Em Pinheiro o que se viu foi a ostentação do poder financeiro de dezenas de candidatos que não condiz com o que está apresentado nessa tabela de declaração de gastos pelos candidatos da época e quase todos eleitos. A farra do dinheiro foi preponderante e decisiva na eleição de muitos candidatos que estão aí, inclusive do prefeito atual, que segundo as pessoas foi notorio a insuflação de dinheiro para mudar a eleição dita como ganha pelo ex prefeito Zé Arlindo.

Mais o fato é outro, e baseado nas informações registradas na tabela um candidato a vereador não poderá declarar que vai gastar mais que R$ 11.750,00, porque o maior gasto declarado por um certo candidato foi de R$ 12.500,00, vale ficar de olho, pois o que se declara nem sempre é o que gasta de fato.

Por exemplo um candidato a prefeito em 2012, que tenho quase certeza foi o prefeito atual, havia declarado que seus gastos com a campanha seria de R$ 688.800,00, que mentira deslavada, e como a justiça eleitoral vai fiscalizar isso? a realidade mostrou o contrario, derramamento de dinheiro e consequentemente a virada na eleição.

MA-2 MA-4 MA-6 MA-10 MA-10c

Deixe uma resposta