VEREADOR ENESIO FERREIRA (PDT) DIZ QUE EM RELAÇÃO A DENUNCIA LEVADA A CAMARA PELA PROFESSORA DINELE, O ERÁRIO PUBLICO ESTA SENDO USURPADO

O vereador
Nésio Vitorino (PDT), ao ser entrevistado pelo jornalista e também vereador
João Moraes (PSB), declara que as denuncias trazidas pela professora Dinele não
como pessoa juridica, mais sim, como pessoa fisica, a mesa da camara de
vereadores, que trata, da não construção de 79 poços artesianos em escolas
municipais espalhadas por diversos povoados deste municipio, são bastante consistente
e robustas, ao ponto de levar o MP a cassação do mandato do atual prefeito.
Nesio,
enfatiza em sua entrevista que os recursos oriundos do governo federal, vieram
desde a administração do então prefeito Zé Arlindo e que após saida deste, os
mesmos ficaram em conta para serem executados na atual gestão, mais de acordo
com o vereador não se sabe se houve licitação, ou se não houve, uma vez que
aqui na prefeitura não existe portal da transparência para que a sociedade
saiba o que esta acontecendo com esses recursos, que chegam para execução de
dezenas de projetos, e o povo nem sabe o que acontece com os mesmos.
De acordo
com o vereador, os poços não foram construidos porque houve desvio de
dinheiro pelo prefeito atual, uma vez que os alunos das escolas estão tomando
água de cacimbão, de igarapés, de rios e até de lagoas por falta de água potável nas escolas.
Nésio diz
que a denuncia trazida pela professora Dinele além de grave, fará com que ele e outros colegas de parlamento busquem essa semana as assinaturas necesarias para a abertura imediata de uma
comissão parlamentar de inqueritos (CPI) para averiguar de perto os indícios claro desvio de dinheiro publico que teria destinação muito nobre. A idéa da
CPI, é trazer todas as diretores das escolas que seriam beneficiadas com a
construção dos poços, para relatarem o que aconteceu com os recursos,
para onde foram se os poços não foram construidos, haja vista que são federais, e só as mesmas poderiam assinar o
cheque liberando os pagamentos.
“Além do erário publico que está sendo usurpado, ainda tem também, as crianças que estão
consumindo agua de péssima qualidade, adquirindo doenças, causando uma serie de
problemas as famílias. Não é possível que ainda em pleno século 21, estejamos
presenciando esses acontecimentos com a falta nítida da sensibilidade humana com o seu semelhante, que deveria ter o dever de preocupar-se com sua
população, e não o faz, para desviar a verba destinada a construção de poços,
que acabaria com o sofrimento pela falta d’água de milhares de pessoas que
vivem isoladas nos mais longínquos interiores do município”. Conclui indignado o
vereador Nésio.

Deixe uma resposta