MARANHÃO TERÁ MAIS 160 MIL UNIDADES DO MINHA CASA, MINHA VIDA

 
Em visita a São Luís nesta
quinta-feira, 9, o ministro de Estado das Cidades, Gilberto Kassab,
anunciou a construção de 160 mil novas unidades habitacionais no
Maranhão. Ao lado do governador Flávio Dino, Kassab confirmou que o
“Minha Casa, Minha Vida 3” será lançado nos próximos meses pelo Governo
Federal e entregará três milhões de novas unidades habitacionais em todo
o país. A nova previsão vai dobrar os investimentos feitos nas fases 1 e
2 do programa.
Examinar as parcerias, identificar os obstáculos a serem superados e
planejar intervenções para dar novas perspectivas ao programa ‘Minha
Casa, Minha Vida’ foram os objetivos da visita do ministro. Em São Luís,
o ministro e o governador visitaram as obras do empreendimento
Amendoeira, no Maracanã, e destacaram a força dos municípios e estados
nas parcerias. Eles estavamacompanhados da secretária de Estado das
Cidades, Flávia Moreira, e do secretário municipal de Urbanismo e
Habitação, Diogo Lima.
“O Estado dá o tom, enquanto o Governo Federal atende às
necessidades. Nos próximos meses, o Maranhão receberá novos
investimentos do ‘Minha Casa, Minha Vida’ para garantir moradia,
dignidade e melhores condições de vida a todos”, disse Kassab, em visita
ao residencial Amendoeira, no Maracanã, que será entregue no próximo
mês.
Para o governador Flávio Dino, os principais temas são melhorar a
habitação rural e incentivar a moradia no Centro de São Luís. O
governador relembrou o déficit habitacional histórico do Estado,
superior a 450 mil unidades. “O ministro conhece a singularidade
maranhense onde grande parte da população se concentra na região rural.
Na nova fase do Programa pleitearemos as unidades habitacionais para
atender as regiões urbanas, com ênfase também na zona rural. Em breve,
vamos ter novas obras importantes para o Maranhão”, afirmou o
governador.
Habitação, movimento urbano, saneamento, mobilidade urbana,
intervenções no abastecimento e captação de água, tratamento de esgoto.
Ao lado do governador Flávio Dino e do prefeito Edivaldo Holanda Júnior,
esses foram alguns dos temas discutidos entre o ministro das Cidades e
os secretários estaduais, parlamentares estaduais e federais do
Maranhão. O ministro Gilberto Kassab aproveitou para conhecer a
realidade do Maranhão e compartilhar experiências exitosas no país.
A parceria entre os governos Federal, Estadual e Municipal tem
pautado as ações articuladas. A Prefeitura de São Luís entregará, até o
final do Programa, mais de 25 mil unidades habitacionais para a
população de São Luís. “Vivemos o momento único de parceria e integração
entre o Governo Federal, o Governo Estadual e o Municipal. A nossa
cidade continuará crescendo e proporcionando moradia às famílias de São
Luís”, disse o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.
Os novos empreendimentos contam com unidade de saúde básica, creche
do tipo B, escola de nível fundamental e pré-escola. Além dos
equipamentos sociais, os novos bairros contarão com infraestrutura como
estação de tratamento de água e esgoto, sistema básico de aquecimento de
água por energia solar, espaço de lazer. Nesta edição do Programa são
atendidas famílias com renda de zero a três salários mínimos.
Mais investimentos para o Maranhão
Após visita ao novo residencial,o Residencial Amendoeiras, Kassab e
sua equipe reuniram-se com representantes do Governo do Estado para
avançar em projetos que já estão em execução, conhecer as prioridades do
Maranhão e elaborar novos projetos. O Ministério prevê mais
investimentos no Estado e, ao mesmo tempo, retomada de projetos que
tiveram obras desaceleradas nos anos anteriores.
Ao final da reunião, o ministro avaliou positivamente o diálogo com
o Governo Estadual e afirmou que as obras do Residencial Luciano
Moreira e da Ponta do São Francisco (localizadas nas palafitas às
margens do Rio Anil) serão priorizadas.
“O governador fez demandas que vão permitir o bom andamento de
contratos e parcerias que precisam ser retomados, como o Habitacional
Luciano Moreira, ainda do PAC 1. Nós assumimos o compromisso de avaliar a
transferência de R$ 10 milhões no saneamento e o Governo do Estado vai
apoiar os municípios para que tenham seus Planos de Mobilidade”, disse.
A comitiva do ministro foi composta por toda a equipe técnica do
Ministério das Cidades, para tratar de temas como habitação, saneamento
básico, mobilidade urbana e acessibilidade. Do Governo do Estado, as
pastas de Cidades (Secid), Infraestrutura (Sinfra), além de órgãos como a
Agênciade Mobilidade Urbana e a Caema, apresentaram projetos que já
estão em execução.

Deixe uma resposta