MAIS UMA VEZ OS CLIENTES DO BANCO DO BRASIL DE PINHEIRO, FICAM SEM DINHEIRO NO FIM DE SEMANA

A
agência do Banco do Brasil em Pinheiro, localizada na região da baixada ocidental maranhense tem sido alvo de diversas reclamações e
mais um caso aconteceu neste fim de semana, quando os clientes que
deixam pra sacar o dinheiro no fim de semana para fazer feira e outras utilizações ficaram frustrados, pois mais uma vez não encontraram dinheiro nos
caixa eletrônicos da agência.
A falta de dinheiro na
agência começa na tarde da sexta-feira e só tem dinheiro novamente no
próximo expediente, ou seja na segunda-feira, algo que está irritando e
causando indignação a população que precisa dos serviços prestados pelo
Banco do Brasil em nossa cidade. Os únicos serviços disponíveis são  de transferências, extrato/saldo e depósitos.
A agência do Banco do
Brasil lidera o número de reclamações, além deste problema da falta de
dinheiro no fim de semana, longas filas e demora no atendimento durante o
expediente, são algumas das deficiências apontadas pelos clientes, e o
público em geral que utilizam os serviços do Banco. A agencia já foi visitada no mês passado pelo PROCON, e nada de anormal fora encontrado pelos fiscais, pois, até parece que o banco já os aguardava para vistoria.
De acordo com
informações, da direção da Agência do Banco do Brasil em Pinheiro, pelo menos neste fim de semana, os problemas informados são meramente técnicos.
A agência do Banco do
Brasil da cidade de Pinheiro concentra o pagamento salarial de milhares
de servidores públicos da cidade e também de algumas cidades vizinhas.
Os clientes privados que também dependem da agência pedem ao banco que
reveja sua política de atendimento nos finais de semana. Pois, no próximo final de semana já é pagamento de funcionários federais, estaduais e municipais, e os clientes já começam a se perguntar: “Será que vai ter dinheiro nos caixas?”.
O espaço fica aberto aos
responsáveis pelo Banco do Brasil para os devidos esclarecimentos sobre
o fato exposto. Já que a direção da agência até o momento não veio a
público comunicar a população.
 
  

Deixe uma resposta