PINHEIRO – JÚRI CONDENA RÉU POR TENTATIVA DE HOMICIDIO

Em sessão do Tribunal do Júri,
realizada na última quinta-feira, 16, o Ministério Público do Maranhão
conseguiu a condenação de Gilberto Garcia Oliveira, por tentativa de
homicídio contra Erick Mendes Roland.

A condenação é resultado de Denúncia
oferecida pelo titular da 1ª Promotoria de Pinheiro, Antônio de Pádua
Luz, em 18 de fevereiro de 2014. De acordo com os autos, em 9 de
fevereiro de 2014, o réu se envolveu em uma briga que resultou no
disparo de arma de fogo contra Erick Roland. Após o disparo, Gilberto
Oliveira tentou fugir, mas foi impedido por populares.
Na
sessão do Tribunal do Júri, Gilberto Garcia Oliveira alegou que foi
provocado pela vítima e agiu em legítima defesa. Desse modo, a defesa
solicitou redução da pena, considerando que o disparo foi efetuado pelo
réu “sob domínio de violenta emoção logo após injusta provocação da
vítima”.
Assim, o júri decidiu fixar a pena em 1 ano e 8 meses de reclusão, a ser cumprida em regime aberto.
Atuaram
no julgamento a promotora de justiça Alessandra Darub, que está
respondendo pela 1ª Promotoria de Pinheiro, e a juiza Tereza Cristina
Franco Palhares, da 1ª Vara da Comarca.

Deixe uma resposta