DEPOIS DE GRANDE REPERCUSSÃO NA MÍDIA E ORGANIZADO POR LEONARDO SÁ, O EVENTO DO TITULO DE CIDADÃO PINHEIRENSE PARA O DEPUTADO OTHELINO NETO FOI PRESTIGIADO POR 55 PESSOAS.

O presidente
em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu
na manhã desta sexta-feira (20), no Plenário Arimatéa Nunes da Câmara Municipal
de Pinheiro, Título de Cidadão Pinheirense. 
A homenagem é de autoria do vereador Leonardo Sá (PDT), que apresentou
projeto de decreto legislativo n° 003/2013 aprovado pela Casa.
Leonardo Sá, que propagou aos quatros cantos da cidade através da mídia televisa, radiada e escrita, da solenidade que aconteceria na manhã desta sexta feira (20), não conseguiu empolgar
a população que pouco prestigiou a solenidade, contando apenas com 55 pessoas
na galeria e apenas 12 dos 15 vereadores da casa, e ainda uns poucos políticos
de outros municípios no plenário, o evento foi aberto e após a execução do hino
nacional, Leonardo falou da trajetória do deputado, fazendo uma alusão ao seu
avó Othelino Alves.

O mais
interessante em toda a fala do vereador, foi que as pessoas presentes ao evento
só não ouviram Leonardo falar que durante toda essa trajetória exista de fato, algo
que tenha motivado a pedi-lo titulo ao então deputado na cidade de Pinheiro. Já
que a população nunca viu nenhuma ação no município do deputado que pudesse
justificar tal mérito.

As reações
foram as mais diversas possíveis em toda mídia local,  e nas redes sociais, onde uma boa parte das
pessoas desaprovaram a honraria concedida ao deputado. Diversas pessoas se manifestaram
colocando os seus pensamentos em relação a este fato, comentários foram os mais
diversos, tais como “Eu moro aqui há mais de 12 anos, sou Professor e tenho uma
lida diária com os filhos de pinheirenses, ajudo a todo instante esses jovens a
descobrirem o mundo do bem, e nem por isso já recebi o titulo de cidadão
pinheirense, adotei esta cidade pra morar e criar os meus filhos”, falou o
Professor Glayson num grupo de WhatsApp.

Othelino
Neto, não conseguiu emplacar  em Pinheiro
uma votação que pudesse ser nem de longe considerada pelo menos satisfatória,
já que o mesmo contava com o apoio de 4 vereadores de mandato, dentre eles o vereador Leonardo Sá, e 3 ex – prefeitos,
que juntos somaram um pouco mais de 1.200 votos ao deputado, que se dependesse
de Pinheiro nunca teria se elegido.

Os
vereadores Walter Soares (PV), Oziel Meneses (PSL) e o vereador Sinval Sousa
(PMDB), não estiveram presentes a sessão solene, justamente por comungar com a
maioria da população pinheirense que não gostaria de ter como conterrâneo o
ilustre deputado Othelino Neto.

Deixe uma resposta