Parabéns! Parabéns! ao Colégio Pinheirense pelos 62 anos de Educação e Evangelização dos jovens de Pinheiro e do Maranhão.

Em 15 de agosto de 1946 festa da Assunção de Nossa Senhora,
chegava em Pinheiro, um grupo de nove jovens Missionários do Sagrado
Coração, oriundos da Itália, chefiados pelo Monsenhor Afonso Maria
Ungarelli, posteriormente eleito primeiro Bispo da Prelazia de Pinheiro.
Coube à Paróquia de Pinheiro, sede das Prelazia
recém criada ao Pe. Fernando Meloselli para administrá-la e um de seus
primeiros atos foi fundar uma Escolinha Primária, aprovada pelo
Monsenhor Afonso Maria Ungarelli.   Após adquirir a casa do Sr. Armindo
Campos no bairro da Matriz, começava ai a instalação da Escola Paroquial
“Nossa Senhora do Sagrado Coração”.
Em 1º de janeiro de 1950 foi publicado no Jornal
“Cidade de Pinheiro” os Estatutos da Escolinha e abertas as matrículas
que iniciaram com 180 alunos do 1º, 2º e 3º ano. No ano seguinte cresceu
o número de alunos e surgiu a necessidade de novos professores.
O Departamento de Educação e Saúde do Estado,
reconhecia oficialmente a Escola Paroquial, que passou a ser “Grupo
escolar Nossa Senhora do Sagrado Coração, com os 5 anos do curso
primário.
Em 1951, os Missionários compraram a casa do Sr.
Josias Peixoto Abreu, local privilegiado por ser central e lá instalaram
a turma feminina. A turma masculina continuava no local de origem.
Frei José, com esforço e abnegação, ensinava a
Doutrina Cristã, Música e Desenho.   Em 1952, o Grupo Paroquial ganhava a
sua primeira professora normalista, a Sra. Terezinha Costa Leite.
Surge a ideia de um “Ginásio”, pois naquela época só havia um no interior do Estado, no município de Caxias.
Dom Afonso, trabalhador e missionário do bem comum
entra na luta para atender as exigências do Ministério da Educação e
Cultura, luta na conquista dos recursos humanos e para obter o aval dos
órgãos competentes.
Em 1953, é fundado o “Ginásio Pinheirense” pois já
estavam em Pinheiro as “Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração”,
vindas de São Paulo para dirigirem o Ginásio Pinheirense.

Alunos, funcionários e comunidade pinheirense comemoram os  62 anos do Colégio
Pinheirense de trabalho prestados à comunidade pinheirense e da região da
Baixada no campo da educação e evangelização de crianças e jovens.    
Na solenidade, se comemorou os 69
anos da chegada dos Missionários a Pinheiro. O encontro foi aberto por Ubirajara Alves diretor da Escola e, pelo Pe. Luis Risso, o ultimo remanescentes da turma dos Missionários do Sagrado Coração Italianos trazidos para Pinheiro. 
Nos discursos, diretores, funcionários e
alunos e ex. alunos, todos confirmavam, a grande emoção e satisfação em estar
participando de um momento tão importante como esse. 
Em seu discurso Ubirajara destacou a história do Colégio Pinheirense,
que está marcada na vida de cada pinheirense, aluno ou não dessa instituição.  e destacou também, os 67
anos da chegada de Pe. Luis Risso e dos seus colegas a Pinheiro em 1953 que puderam construir essa historia tão bonita da educação e da formação religiosa de milhares de
jovens de Pinheiro e da Região da Baixada que passaram ou continuam passando por
essa escola. 

Deixe uma resposta