Homem estrupou seu proprio filho de 2 meses de vida, e colocou as imagens na internet numa rede de pedofilia na Noruega.

Um homem de 32 anos estuprou seu filho de dois meses de idade e enviou as imagens do ataque a uma rede de pedofilia na Noruega. Agora esse animal está aguarda julgamento.
O pai admitiu os crimes, descritos pelo promotor como um dos casos mais ” graves de abuso na história legal norueguesa”.

Ele foi acusado junto com outros dois homens e duas mulheres, que
supostamente tiveram envolvimento em uma rede de pedofilia, onde
filmavam os próprios filhos em posições de atos íntimos.
O tribunal em Drammen na Noruega, disse que a polícia começou a monitorar a rede
de pedofilia no ano passado, depois de encontrar filmagens doentias de
estupro no computador de um suspeito abusador de crianças.
Outro acusado, de 34 anos, já teria sido condenado anteriormente por
abuso de menor, além de distribuir vídeos com conteúdo infantil proibido
em 2009.

Deixe uma resposta